TRANSFORMAÇÃO DIGITAL E COÇAR É SÓ COMEÇAR…

Muito tem se falado sobre a transformação digital e nos últimos anos despontou para empresas de todos os tamanhos. Independente do segmento de mercado, arrisco dizer que todos os setores estão buscando compreender como a tecnologia pode ajudá-los a se tornarem mais eficientes, produtivos e lucrativos. A mensagem de que a transformação digital é crucial está dada, mas ainda é fácil encontrar  empresas que não percebem claramente o que a transformação digital realmente significa.

Podemos começar dizendo que a transformação digital não se refere, necessariamente, a uma tecnologia ou serviço específico, trata-se de integrar a tecnologia digital nos vários aspectos do seu negócio, para que possa operar com mais eficiência e eficácia. Não raro acontece de ser necessário deixar para trás estratégias pré-estabelecidas em favor de ideias que ainda não foram totalmente definidas.  A ideia é criar condições para que a  transformação digital, a tecnologia digital seja integrada a todas as áreas do negócio.

Muitas empresas trabalham em unidades isoladas, onde cada área ou departamento possui seus próprios dados, ferramentas ou tecnologia, separadas do restante da empresa. A transformação digital converge para criar uma experiência mais integrada em toda a empresa, tanto interna quanto externamente.

A transformação digital é um motor contínuo, um estado de espírito para evoluir continuamente. Repare, a tecnologia e o comportamento do cliente mudam cada vez em intervalos menores, e as organizações precisam estar atentas para se adiantarem. É claro que todas as áreas da empresa são importantes para a transformação digital, mas é bom reforçar que especialmente TI e marketing, têm um papel importante a desempenhar na transformação digital, pelo menos no início.

A maioria das empresas percebe a importância da transformação digital, mas não sabe por onde começar. A ideia de uma revisão completa assusta mesmo, mas não precisa ser tudo de uma única vez. É possível ter sucesso encontrando uma área para começar e fazer a mudança acontecer. Não raro escolhem o marketing.

A transformação digital não precisa ser opressora, ser imposta como condição de existência absoluta, não se trata disso. Quando admitida e planejada tende a se tornar parte do DNA da empresa e logo se integrar à cultura do negócio.

Alguns pontos que considero relevante para serem pensados:

  • Foco no cliente: trocar o foco do produto pelo foco ao cliente. Perceber o que é melhor para o cliente coloca as coisas em perspectiva e ajuda a priorizar as próximas etapas.
  • Estrutura organizacional: a transformação digital precisa de uma cultura transparente que abrace a mudança.
  • Gerenciamento de mudanças: a falta de apoio e comprometimento dos colaboradores leva ao fracasso. É comum a resistência a mudanças, mesmo que vejam benefícios. O gerenciamento deve manter o comprometimento do grupo alinhado com o novo ambiente de negócios.
  • Liderança: um líder forte pode ajudar os funcionários a se sentirem seguros em tempos de mudança. A liderança  deve fazer as pessoas se sentirem movidas a agir. Isso significa que todos os executivos desempenham papel fundamental na transformação digital.
  • Tecnologia: decisões eficazes de transformação digital não podem ser tomadas sem o envolvimento da TI. Os setores precisam se manifestar apontando suas demandas que compõem a meta geral da empresa.
  • Integração: o foco em dados ajuda a integrar soluções digitais em todas as áreas da empresa. Quanto maior a empresa, mais complicada é a gestão dos dados.
  • Experiência do cliente interno: a transformação digital desempenha um papel importante na experiência do cliente interno – os colaboradores. Aprenda a escutar.
  • Marca e Meio Digital: uma comunicação integrada que respeite a Marca em toda sua proposta nos vários pontos de contato digital. Criar processos que assegurem a integridade da Marca e previna crises.
  • Evolução de produtos, serviços e processos: a transformação digital propõe uma mudança no pensamento sobre o valor dos produtos e serviços, e até mesmo sua entrega independente do formato B2B ou B2C.

Um produto não é moderno somente por sua tecnologia ou solução, mas também porque são mais inteligentes em todos os pontos, da apresentação à entrega, são fornecidos de maneiras inovadoras.

Passar por uma transformação digital é um processo contínuo e pode ser difícil. No entanto, fica mais fácil, simplesmente, focar nos clientes. Pensar sobre esse ponto que eu mencionei pode te ajudar a iniciar e quem sabe já ter algum sucesso.



Deixe uma resposta

WhatsApp